terça-feira, 12 de fevereiro de 2008

Sobre nada...

Tô com muitas coisas na cabeça, porém nenhuma que preencha sozinha um post inteiro. Com aquele preguiça enorme de colocar as idéias em ordem, fui dar uma olhada no site das noivinhas e vi uma coisa no blog da Ana que me chamou atenção e acho que nunca comentei aqui.

Meu convite de casamento está dando o que falar, tudo isso porque não coloquei o nome do meu pai. Ele faleceu há 7 anos, mas nós nunca tivemos um relacionamento de pai e filha. Nos viamos apenas 1 vez por ano e, por isso, posso considerar que nunca tive realmente pai. Isso já foi uma coisa penosa (os amigos de adolescência que o digam), mas hoje é um trauma superado.

Bem, voltando ao convite, essa "falta de pai" me levou a outra questão: com quem entrar na igreja? Tinha decidido que entraria sozinha, pois isso simbolizaria a minha solidão em relação a essa figura paterna. Depois pensei muito e achei que ficaria ainda pior assim, afinal eu iria me lembrar da falta que fez um pai e ia chorar 3 vezes mais. Então comecei a buscar alguém para entar comigo. Fiquei pensando em alguma figura masculina que pudesse fazer esse papel e não achei ninhem. Por fim me lembrei do único pai que tive na vida: MINHA MÃE. Vou entrar com ela. Além de ser uma homenagem a todo sacrifício que ela fez por mim, será uma companhia maravilhosa.

Voltando ao nada, estou com uma inflamação nos olhos que está tirando o meu sono. Fui a médica ontem para ver isso e também para decidir as lentes de contato, afinal ninguém merece casar de óculos. Aí ela solta a clássica: não pode fazer lente com essa inflamação. O negócio deve curar só daqui a uns 20 dias, ou seja, terei apenas 7 dias para acostumar com a lente de contato (coisa que nunca usei). Meu maior medo é chorar demais e ela escorregar (mais um item para "os medos ridiculos de uma noiva").

Por enquanto é isso. Mais tarde eu tento voltar. Minha cabeça não tá funcionando muito bem.. tenho certeza que ia escrever mais um monte de coisas nesse post, mas esqueci.. hehehe

3 comentários:

Lu disse...

Linda a homenagem que vc vai fazer pra sua mãe.
Sabe... apesar de amar meu pai e tal, eu até que gostaria de entrar sozinha. kkk

Vai entender...
Mas o meu está vivo, e até que é presente sim. Faz o possível, já que mora em outra cidade. :)
Bjsss

Dedinhos Nervosos disse...

ahaaaaaaaaaaaaaa... vai precisar casar pra aderir à lente??? eba!!! Vai ficar ainda mais linda. E não se preocupe. Ela não vai escorregar ;o)

Flávia Aguilhar disse...

OIÊ!!!

Tava aqui xeretando nos seus preparativos de "reta final", e achei linda (e justíssima) sua decisão sobre com quem entrar na Igreja...

Há 7 anos, uma amiga muito querida casou, e ela tinha uma história paterna muito parecida com a sua... Daí a danadinha não falou nada pra ninguém, todo mundo achou que ela iria entrar na igreja com o irmão, e eis que surge a noiva de braços dados com a mãe, ambas lindas, emocionadíssimas...

Foi surpresa pra todo mundo, inclusive para os padrinhos e familiares, e eu, como amiga próxima e madrinha, sempre digo que aquele foi um dos momentos mais emocionantes que já presenciei na vida... Foi realmente de arrepiar...

Tenho certeza de que vai ser a mesma coisa com você... parabéns pela escolha sensata, tenho certeza que sua mãe está muito orgulhosa e honrada!

Beijos, e boa sorte!!! Tá chegando!!!